Reflexões sobre Escalada Esportiva

Arquivo para agosto, 2015

O Retorno

Eu estava sumida do blog, porque realmente não estava fazendo nada de interessante que merecesse ser postado aqui. Desde a cadena da via Barra Pesada (10a), eu não consegui escalar direito na rocha e no último mês e meio precisei parar de fazer qualquer atividade física. Estive doente, algumas viroses seguidas, mas acredito ter entendido o motivo pelo qual o meu corpo me deu esse sinal de que eu estava pegando pesado de mais, sem o descanso necessário.

Agora estou me sentindo melhor, apesar de uma alergia chata que não me deixa, e finalmente consegui retornar à escalada! Neste momento de retorno às atividades físicas é importante não se afobar e achar que é possível seguir a mesma rotina que seguia antes da pausa. Estou voltando bem devagar e consciente para evitar lesões.

No muro, o treino deverá ser de adaptação. Semana passada, fiz 4 séries de 5 barras e 5 séries de 40 movimentos fáceis, além de ter treinado na academia com uma carga mais leve que a de costume. Pretendo repetir este treino por pelo menos mais uma semana para então focar na obtenção de força, que acredito ter sido o que eu mais perdi neste período parada.

Na rocha, não é hora de estabelecer novos projetos e estou buscando repetir algumas vias. Neste final de semana, fui ao Campo Escola 2000 e consegui repetir as vias Epitáfios das Ilusões (7c), Zona Morta (8b) e Migalhas Indecentes (9a), nas primeiras tentativas. O resultado foi melhor do que eu esperava, mas me senti estranha escalando, realmente com menos força. Domingo ainda fui ao Platô da Lagoa rapidinho e repeti a via Bom Dia África (8a) equipando.

Descanso sem as mãos da via Zona Morta (8b), Campo Escola 2000, Rio de Janeiro. Foto: Matteo Maffizzoli.

Descanso sem as mãos da via Zona Morta (8b), Campo Escola 2000, Rio de Janeiro. Foto: Matteo Maffizzoli.

O importante neste momento de retorno é realmente ter paciência e aceitar as limitações, que, se respeitadas, logo serão superadas e o seu condicionamento voltará ao normal.

Outro retorno (muito desejado) que ocorreu semana passada foi a volta do Matteo ao Brasil! Ele passou 3 meses na Itália e conseguiu escalar bastante em Arco e região. Agora de volta optou também por repetir algumas vias já tinha mandado, sendo elas a Epitáfios das Ilusões (7c), Pedrita (8a) e Bom Dia África (8a). Foi bem legal ver o quanto ele evoluiu na Itália e, consequentemente, a repetição das vias saiu sem dificuldade!

Matteo logo após o crux da via Pedrita (8a), Campo Escola 2000, Rio de Janeiro. Foto: Bianca Castro.

Matteo logo após o crux da via Pedrita (8a), Campo Escola 2000, Rio de Janeiro. Foto: Bianca Castro.

Foto: Bianca Castro.

Foto: Bianca Castro.

Estou bem feliz que agora voltaremos à rotina conjunta de treinamento em casal!