Reflexões sobre Escalada Esportiva

Pódio inédito para o Brasil no Campeonato Mundial com Raphael Nishimura!

14 de setembro de 2012, pela primeira vez um brasileiro subiu ao pódio de um campeonato mundial de escalada! O escalador paulista Raphael Nishimura já tinha feito história ontem ao ir para a final da categoria Paraclimbing Masculina Arthritis + Neurological PD, em sua primeira participação em eventos internacionais, e primeira vez que o Brasil têm um representante no Mundial de Paraclimbing. Isso mobilizou vários escaladores e amigos a acompanharem seu desempenho hoje de manhã na grande final. No chat da transmissão, várias mensagens de incentivo, todos já muito felizes de vê-lo entre os 6 melhores escaladores da categoria, mas querendo mais!

Após sua participação, fiquei bem ansiosa com os cálculos para definir as colocações, mas tivemos que esperar um pouco mais de 1 hora para ouvir o locutor anunciar que Raphael Nishimura, do Brasil, tinha obtido a medalha de prata! Normalmente, ao assistir a eventos esportivos me emociono com grandes participações brasileiras, então imagina como foi ver um representante brasileiro no pódio do meu esporte favorito! Sorriso no rosto demorou a sair após vê-lo recebendo a medalha de prata, com o seu carisma característico!

Raphael comemorando seu feito inédito para a escalada brasileira!

Parabéns, Raphael, vc deu alegria e emocionou toda a comunidade escaladora hoje, continue sempre com essa força de vontade admirável!

Além do Raphael, os já veteranos em Campeonato Mundial Janine Cardoso, Thais Makino e Pedro Nicoloso competiram em Paris e todos mostraram superação, obtendo melhores colocações que no Campeonato Mundial de 2011! Já assisti a muitas etapas da Copa do Mundo e só consegui ver a real dificuldade das competições, assistindo a escaladores que conheço o potencial participando. Admiro muito a dedicação e, posso dizer, coragem em se torturarem em boulders e vias tão difíceis e aguentarem à pressão!

O que mais me impressionou foi a qualificatória de dificuldade feminina, cujas vias, 9c e 10a, deviriam ser encadenadas em flash pelas competidoras. Tendo em vista que o maior grau encadenado por uma escaladora nacional foi 10a (trabalhado), vi a Janine Cardoso se superando a cada agarra, muito motivante!

Hoje, também aconteceram as semifinais de boulder masculino e dificuldade feminina. Assisti à prova de dificuldade, cuja via estava graduada em 10c! Sem top, as competidoras que avançaram à final foram Charlotte Durif (FRA), Evgenia Malamid (RUS), Matilda Söderlund (SWE), Hélène Janicot (FRA), Angela Eiter (AUT), Mamoka Oda (JPN), Johanna Ernst (AUT) e Jain Kim (KOR). Já no boulder masculino, estão na final Rei Fugimoto (JPN), Rustam Gelmanov (RUS), Dmitrii Sharafutdinov (RUS), Sean McColl (CAN), Kilian Fischhuber (AUT) e Jan Hojer (GER). Essas duas finais ocorrerão amanhã, assim como a semifinal de boulder feminino e dificuldade masculino! Acompanhem no site ifsc.tv !

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s